Educação Através do Amor

(Foto: Divulgação)

Há pouco mais de um mês, ONB conheceu o trabalho muito bacana de educadoras  inovadoras, que têm a preocupação na sustentabilidade, que promove o autoconhecimento e foca a Educação para a Paz!

A Builders Educação Bilíngue e a Garatuja Educação Infantil, na capital paulista, foram fundadas por três irmãs que desejavam oferecer educação de qualidade em espaço físico belo e agradável, em ambientes carinhosos, desafiador e que promovam a interação, para que se tornem cidadãos conscientes de si e do seu papel na sociedade.

Na Garatuja há o resgate da vivência de uma infância simples é o foco, um espaço educador aberto, democrático, que valoriza as relações entre as pessoas e a natureza.

As duas escolas defendem as premissas de serem escolas socialmente justas, economicamente viáveis e ecologicamente corretas. Esses pilares nada mais são do que a missão das escolas: Educar Através do Amor, para o bem comum e a Paz.

Muito bacana saber que há educadores com esse olhar de “ensinar” valores de cidadania.

Sustentabilidade

Professores promovem atividades reutilizando materiais que seriam descartados: Garrafas PET transformam-se em potes para guardar materiais, latas de molho de tomate viram porta-lápis, caixas de papelão se tornam carrinhos, pneus viram obstáculos para as aulas de Educação Física etc.;

Todo alimento gerado no refeitório da escola vira composto orgânico, através do programa de compostagem feito diariamente pelos próprios alunos, que aprendem sobre a importância de reduzir a produção de lixo e o impacto positivo que isso gera no planeta. No refeitório são dispostos containers, onde os alunos jogam o resto de alimentos em uma composteira elétrica.  Cascas de frutas e legumes são levadas para os minhocários. Esses alunos acompanham o processo de decomposição dos alimentos e, quando o composto orgânico e o biofertilizante estão prontos, ensacam os mesmos e distribuem para a comunidade.

Há a preocupação de utilizar adequadamente a energia e a água. Assim, cisternas possibilitam a reutilização da água da chuva para limpeza e na rega das plantas, que é feita pelas crianças no solarium da escola.

O espaço físico foi planejado para ser sustentável. Os ambientes foram pensados para receber o máximo possível de iluminação natural, assim como um espaço arejado – reduzindo o uso de ventiladores e ar condicionado. Ao longo da estrutura das escolas, árvores frutíferas são facilmente vistas, embelezando ainda mais o ambiente.

As questões da sustentabilidade são aplicadas em quatro dimensões:

Currículo: Atividades que geram ações e conscientização sobre o meio ambiente no currículo do aluno;

Estrutura Física: Adequação do espaço das escolas para serem o mais sustentável possível;

Gestão: Espaço para que os funcionários exerçam a democracia e tragam ideias através de Comissões BG; Formação continuada para equipe, aulas de ioga, fitness e inglês gratuitas para os funcionários;

Comunidade: A interlocução com as famílias é constante, através do Programa Famílias Parceiras, que executam diversas ações sociais, e dos Pais Representantes de Sala. Com a comunidade ao redor da escola promovem-se ações como: distribuição de composto orgânico gerado nas composteiras e convites para participação em eventos.

Nutrir o corpo e a alma

Aulas de ioga acontecem semanalmente para os alunos de ensino fundamental. Respiração, posturas, meditação e conversas sobre o bem comum são os conteúdos dessas aulas. Além disso, duas aulas semanais são de Bem-estar, onde os alunos podem escolher as oficinas que querem participar, misturam-se com colegas de diferentes turmas e idades e trabalham valores diversos ao cuidar da horta, cozinhar, jogar ou produzir arte;

www.builders.com.brwww.garatuja.com.br

Um bom exemplo que deve ser copiado, aprimorado e compartilhado.

Parabéns às fundadoras e aos educadores das escolas Builders Educação Bilíngue e a Garatuja Educação Infantil.