Jovens de comunidades serão contratados para cuidar do meio ambiente

solo-plantar
(Foto: Freepik)

A partir do ano que vem, a prefeitura de Niterói dá início ao programa Niterói Jovem EcoSocial, que pretende dar oportunidade de capacitação a jovens em situação de vulnerabilidade e promover a sustentabilidade.

A iniciativa empregará 500 jovens com idade entre 16 e 24 anos, que moram em cinco comunidades e estejam matriculados na escola. As comunidades ainda serão definidas pela prefeitura.

Cada jovem receberá uma remuneração de R$500 por mês, auxílio de transporte e alimentação e ainda fazer um curso de capacitação, que poderão trabalhar depois em reflorestamento, manutenção de recursos pluviais para evitar enchentes, ações preventivas a queimadas e atividades de manutenção e sinalização de trilhas.

Segundo o secretário-executivo Axel Grael, a ideia é estimular o retorno à escola, o aumento da empregabilidade e integrar a comunidade com as áreas de preservação do município.

Cerca de 50% do território da cidade é composto por áreas protegidas. O município é o primeiro a conseguir financiamento do BNDES para projetos de restauração ecológica de 203 hectares da Mata Atlântica.

** Com informações do jornal O Globo