Defesa da biodiversidade e lutas ambientais são temas de série de encontros

(Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil)

O Centro de Pesquisa e Formação do Sesc irá realizar, entre os dias 05 e 14 de dezembro, a série de encontros Ecologia, sociedade e cultura, que tem como objetivo levantar hipóteses e alternativas para a defesa do meio ambiente e das populações tradicionais.

Organizado pela jurista Ariani Bueno Sudatti, o evento abordará a militância pela preservação do meio ambiente, da biodiversidade e da diversidade ambiental e como ela pode se desdobrar em diversas áreas da sociedade.

E contará com a participação de vários pesquisadores, como Alexander Turra, professor do Instituto Oceanográfico da USP, pesquisador e militante da ONG Instituto Costa Brasilis; Mari Corrêa, a frente do Instituto Catitu com o projeto Aldeia em cena; e André Junqueira Ayres Villas-Bôas, secretário executivo e sócio-fundador do Instituto Socioambiental (ISA).

Confira a programação abaixo:

  • 05 de dezembro: “Com quantas memórias se faz uma canoa?”, com Alexandre Turra, e “O índio na arte: resistências contemporâneas”, com Moacir do Anjos.
  • 07 de dezembro: “Aldeia em cena: produção audiovisual indígena”, com Luis Villaça e Mari Corrêa
  • 12 de dezembro: “Amazônia, uma história de destruição: o caso da hidrelétrica de Belo Monte”, com Marcelo Salazar e André Junqueira Ayres Villas-Bôas
  • 14 de dezembro: “Diante da lei: a luta por justiça ambiental e as “ideologias verdes”, com Ariani Bueno Sudatti, e “Por uma visão crítica das questões socioambientais: o papel do Estado e do Direito”, com Alaôr Caffé Alves

O evento possui apenas 30 vagas disponíveis. Para se inscrever, acesse o site www.sescsp.org.br/cpf ou nas unidades do Sesc em São Paulo.

A série de encontros “Ecologia, sociedade e cultura” acontecerá de 05 a 14 de dezembro, as segundas e quartas, das 18h30 às 21h30, no Centro de Pesquisa e Formação (CPF SESC) – Rua Dr. Plínio Barreto, 285, 4º andar, Bela Vista, São Paulo.