Primeira escola técnica de operação florestal é inaugurada no Paraná

(Foto: Divulgação)

O Governo do Paraná, a Prefeitura de Ortigueira e a Klabin inauguraram o Centro Estadual de Educação Profissional Florestal e Agrícola de Ortigueira, primeira escola técnica de operação florestal do Brasil. 

Com investimento total de R$ 35 milhões, o Centro tem um projeto pedagógico baseado no modelo escandinavo e terá equipamentos modernos para aulas práticas e uma gestão com parcerias com as maiores empresas do setor. 

O projeto pretende consolidar a vocação florestal e agrícola da região. Atualmente, o Paraná concentra 13% do total de florestas plantadas do Brasil, setor que possui alto potencial de crescimento. 

Segundo a Indústria Brasileira de Árvores (Ibá), os projetos relacionados ao aumento dos plantios de florestas e novas unidades que trabalham com matéria-prima florestal são estimados em cerca de R$ 32,9 bilhões, entre 2020 e 2023. Além disso, de acordo com a Instituição, o setor florestal é responsável por 3,8 milhões de empregos diretos e indiretos.

“É uma ação inovadora, resultado da boa parceria entre o Estado e a Klabin, e essencial para fortalecer o Paraná como grande polo produtor de celulose. Além disso, incrementa o sistema de ensino profissionalizante oferecido na rede pública estadual. É um diferencial importante, e que abre novas perspectivas de futuro para os jovens interessados em atuar no setor florestal”, ressalta o governador do Estado do Paraná, Carlos Massa Ratinho Júnior.

A escola possui capacidade para 800 alunos e oferecerá, inicialmente, três cursos: técnico em Operações Florestais, técnico em Manutenção de Máquinas Pesadas e técnico em Agronegócio.