Projeto florestal brasileiro tem reconhecimento internacional

(Foto: Unsplash)

O projeto Florestas do Futuro desenvolvido pelo Grupo Florestal Monte Olimpo, em parceria com a ESALQ/USP, foi considerado uma das 10 práticas mais destacadas de inovação florestal do mundo pela competição Task Force on Forest Education.

A iniciativa surgiu em 1998 para ensinar educação florestal a crianças de 4 a 10 anos de escolas públicas de Piracicaba (SP) e habilidades técnicas a estudantes de graduação de engenharia florestal com especialização em silvicultura.

Segundo o professor e orientador do projeto, Pedro Brancalion, o treinamento da nova geração precisa de novas abordagens que colocam os estudantes como agentes ativos de educação.

O projeto ensina as crianças e estudantes sobre questões como poluição, descarte de resíduos, água, animais, dinâmica florestal, produtos florestais e a importância de plantações de árvores para a sociedade.

** Com informações da ESALQ/USP