Práticas sustentáveis no setor de cosméticos em pauta

Pelo quarto ano consecutivo, o Organic Monitor realiza o encontro do segmento de cosméticos para discutir sustentabilidade, tendências e novas práticas das empresas líderes no Brasil e de outros países. O Sustainable Cosmetics Summit América Latina começou hoje – 28 de setembro, com a apresentação de “cases” de redução de água, investimento em embalagens sustentáveis e ingredientes das empresas: O Boticário, da britânica Batiste, da Buona Vita, Brasken e Natura.

Os esforços de sustentabilidade de empresas de cosméticos e de ingredientes envolvem a redução dos impactos ecológicos, como a pegada hídrica. A marca inglesa Batiste, líder europeia de xampu a seco, abordou como o produto a base de amido de arroz pode reduzir o uso de água em até 19 milhões de litros/ano na produção e 90 litros por banho de cada consumidora. Imagine um produto que deixa o cabelo limpo e solto – sem lavar – só usando um Spray? O banho de 135 litros e 45 minutos é reduzido para 45 litros e cinco minutos. O consumidor também opta por produtos com pegadas ecológicas e econômicas.

(Foto: Vera Moreira)
(Foto: Vera Moreira)

Por isso, amanhã – 29 de setembro – o Summit vai discutir como as marcas sustentáveis devem comunicar seus valores para os consumidores.

Boas práticas devem ser compartilhadas para que os impactos ecosociais sejam os menores possíveis.