Hoje é o Dia Mundial da Vida Selvagem!

(Foto: Reprodução)

Comemora-se nesta quinta-feira (03), o Dia Mundial da Vida Selvagem, data instituída em 2013 pela Organização das Nações Unidas (ONU), para celebrar a biodiversidade mundial e promover a relação saudável entre os homens e as espécies selvagens.

Neste ano, o tema é “O futuro da vida selvagem está em nossas mãos”, para alertar a sociedade dos riscos de extinção de algumas espécies e um dos subtemas é a proteção do elefante africano e asiático.

Em entrevista à Rádio ONU, o administrador do Parque Nacional da Gorongosa – área de conservação em Moçambique – Mateus Mutemba, afirmou que a pobreza ao redor do parque é uma grande ameaça para a sua preservação. “A caça furtiva é um grande problema, que tem a ver com a satisfação das necessidades das populações, já que muitas delas vivem ao redor do parque e vivem em pobreza extrema”, disse Mutemba.

De acordo com dados da ONU, 25 mil elefantes são mortos anualmente na África; 1.215 rinocerontes morreram na África do Sul em 2014; e em dez anos, mais de 1 milhão de pangolins foram retirados de seu habitat.

No Brasil, os números também são preocupantes. Segundo as Listas Nacionais Oficiais de Espécies Ameaçadas de Extinção de 2014, 1.173 espécies da fauna e 2.113 da flora correm o risco de desaparecer. Dados do Centro Brasileiro de Estudos em Ecologias de Estradas (CBEE) mostram que 475 milhões de animais silvestres morrem, por ano, atropelados nas rodovias do país, o equivalente a mais de 15 animais por segundo.

** Com informações da ONU e do Instituto Chico Mendes