Dia do Vegetarianismo: 3 benefícios da redução do consumo de carne para o planeta

(Foto: Freepik)

É comemorado no dia 1º de outubro, o Dia Mundial do Vegetarianismo. A data, criada pela North America Vegetarian Society (Sociedade Vegetariana Norte Americana) em 1977, tem como objetivo mostrar os benefícios da alimentação vegetariana para a saúde e o meio ambiente, e promover o respeito pelas pessoas que escolheram não consumir mais carne.

Segundo a Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB), o Vegetarianismo é um regime alimentar que exclui todos os tipos de carnes, por não compactuar com a exploração, confinamento e abate de animais; os impactos produzidos pelo setor pecuário no meio ambiente; e o constante desperdício de alimentos no mundo.

Conheça três benefícios da redução do consumo de carne para o planeta:

  1. Reduzir as emissões de gases de efeito estufa: Estudos mostram que cada boi ou vaca produz de 250 a 500 litros de metano por dia, gás cujo potencial poluente é 25 vezes maior que o gás carbônico.
  2. Ajuda a combater as mudanças climáticas: Um estudo realizado pelo Greenpeace mostra que a redução de 50% no consumo de carne e derivados é uma das soluções para combater o aquecimento global. Por isso, é importante preservar as florestas e investir em modelos de produção mais responsáveis e menos impactantes ao meio ambiente.
  3. Reduz o consumo de água: Segundo a Sociedade Vegetariana Brasileira, em 365 dias, àqueles que aderiram à campanha e deixaram de consumir carne uma vez por semana preservaram 500 hectares de vegetação, economizaram 5 milhões de litros de água e reduziram 1,5 milhão de quilos de gases do efeito estufa.