Hoje é Dia da Alimentação na Escola

(Foto: Reprodução/ FNDE)

Nesta sexta-feira (21), comemora-se o Dia Nacional da Alimentação na Escola, data que tem como objetivo conscientizar a sociedade sobre a importância de estimular bons hábitos alimentares em crianças e jovens.

A alimentação saudável é essencial para o desenvolvimento da capacidade cognitiva das crianças. Ela proporciona uma qualidade de vida ao melhorar a qualidade do sono, a capacidade respiratória e a prevenção do aparecimento de doenças cardiovasculares, por exemplo.

Para auxiliar a promoção de hábitos infantis saudáveis, o governo implantou em 1955 o Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae). A iniciativa atende alunos da educação básica em escolas públicas, filantrópicas e em entidades comunitárias, por meio de ações de educação alimentar e nutricional.

Segundo a Secretaria Especial de Agricultura Familiar e Desenvolvimento Agrário (Sead), o percentual de produtos da agricultura familiar na alimentação escolar está em crescimento desde 2012.

Na prática, várias cidades aprovaram leis que substituem alimentos processados por orgânicos nas merendas escolares. São Paulo foi a primeira a priorizar o uso destes produtos por meio da Lei nº 16.140, que torna obrigatória a inclusão de alimentos orgânicos ou de base ecológica na merenda, principalmente os oriundos da agricultura familiar, no sistema municipal de ensino da capital paulista.

No Rio de Janeiro, a merenda de mais de 30 mil crianças foi beneficiada pelo projeto Alimentação Escolar Saudável, que substituiu alimentos como batata frita e refrigerante por verduras, legumes e frutas em colégios de cinco municípios. A mudança incluiu mais de 18 toneladas de orgânicos no cardápio e, consequentemente, reduziu em mais de 11 toneladas de alimentos processados e embutidos.

Já Porto Alegre se tornou a segunda capital do país a aderiras merendas saudáveis com a sanção do Projeto de Lei 12.125.