Hoje é Dia Mundial da Água

(Foto: Pixabay)

Comemora-se nesta quarta-feira (22), o Dia Mundial da Água. Criada pela Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), devido à presença de grandes índices de poluição ambiental, a data tem como objetivo alertar sobre a importância da preservação da água para a sobrevivência do planeta.

Para este ano, o tema escolhido é “Águas Residuais“. Popularmente conhecida como esgoto, as águas residuais compreendem todo o volume de água que teve suas características naturais alteradas após o uso doméstico, comercial ou industrial.

A Organização elaborou medidas cautelosas a favor da água e da consciência ecológica em relação a este bem natural, por meio da Declaração Universal dos Direitos da Água. O documento afirma que a água faz parte do patrimônio do planeta e que o equilíbrio e o futuro do nosso planeta dependem da preservação da água e de seus ciclos.

A declaração também estabelece como norma que a água não deve ser desperdiçada, nem poluída e/ou envenenada; e que o planejamento da sua gestão deve levar em consideração a solidariedade e o consenso para que seja distribuída de forma igualitária no mundo.

A água limpa e potável é um direito humano garantido por lei desde 2010, segundo a ONU. Mesmo que cerca de 70% planeta seja constituído por água, apenas 0,7% deste recurso no mundo é potável.

O Brasil é um dos países com maior abundância de água. No país, existem 12 bacias hidrográficas, sendo uma delas a Amazônica, a maior do mundo com 7 milhões de km² de extensão no total e 4 milhões de km² em território brasileiro.

O uso da água no país é protegido pela Lei nº 9.433/1997, também conhecida como Lei da Águas, que instituiu a Política Nacional de Recursos Hídricos (PNRH) e criou o Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos (Singreh).

De acordo com a legislação, a água é considerada um bem de domínio público e um recurso natural limitado, dotado de valor econômico. A Lei prevê que a gestão dos recursos hídricos deve proporcionar água limpa de forma descentralizada para a população e utilizá-la da forma correta para diversos usos.

É preciso usar conscientemente da água. Não podemos viver sem ela!