Organização das Nações Unidas institui Década dos Oceanos

(Foto: Unsplash)

No Dia Mundial dos Oceanos, celebrado nesta segunda-feira (08), a Organização das Nações Unidas (ONU) dá início a Década dos Oceanos. 

Com a iniciativa, diplomatas, ambientalistas e cientistas esperam aumentar o conhecimento e proteger os oceanos, que cobrem 70% do planeta e absorvem um terço do gás carbônico.

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, lembra que, enquanto o mundo trabalha para acabar com a pandemia, temos uma “oportunidade única e a responsabilidade de corrigir a nossa relação com o meio ambiente, incluindo os mares e os oceanos do mundo”.

“Contamos com os oceanos para alimentação, meios de subsistência, transporte e comércio. E, enquanto pulmões do nosso planeta e o seu maior meio de absorção de carbono, os oceanos desempenham um papel vital na regulação do clima global”, explica Guterres.

O tema do Dia Mundial dos Oceanos deste ano é a inovação para um oceano sustentável. Segundo o secretário-geral, “uma melhor compreensão dos oceanos é essencial para descobrir novos produtos e medicamentos”. 

Proteção aos Oceanos

O Greenpeace lançou uma petição para pressionar os governos a criarem o Tratado Global dos Oceanos, para preservar, pelo menos, 30% dos oceanos. 

A organização afirma que a criação do tratado vai regularizar as atividades econômicas no alto-mar e abriria caminho para a criação de santuários marinhos.

Atualmente, a biodiversidade é ameaçada por redes de pesca, derramamento de óleo, mudanças climáticas e plásticos.

Para assinar a petição, clique aqui.