450 bancos públicos prometem se alinhar ao Acordo de Paris

(Foto: Pixabay)

Os 450 bancos públicos de desenvolvimento do mundo se comprometeram a alinhas as suas decisões de financiamento ao Acordo de Paris e vão apoiar as Contribuições Nacionalmente Determinadas (NDCs) para zerar as emissões líquidas, durante a primeira Cúpula Finance in Common. Juntos, os bancos somam 10% de todos os investimentos globais de fontes públicas privadas.

Em nota conjunta, os bancos afirmaram que “irão integrar a resiliência e a adaptação em nossas estratégias e operações e melhorar as ações para financiar a definição e implementação de planos de adaptação nacionais. Ajudaremos a redirecionar os fluxos financeiros privados em apoio ao desenvolvimento sustentável de baixo carbono e resiliente ao clima”.

O redirecionamento dos fluxos financeiros abordará temas, como transição energética, biodiversidade, oceanos e natureza; saúde; igualdade de gênero; e digitalização.

Representantes dos bancos devem se reunir em 2021 para fazer um balanço das primeiras iniciativas e estabelecer um método para monitorar o andamento da declaração durante a segunda reunião do Financiamento em Comum.