Bolsonaro defende mineração e exploração da Renca

(Foto: Alex Ferreira/ Câmara dos Deputados)

O presidente Jair Bolsonaro defendeu a exploração da Reserva Nacional de Cobres e Associados (Renca) para trazer “riquezas” aos estados amazônicos.

“Conversando com alguns parlamentares, vamos conversar sobre a Renca? A Renca é nossa. Vamos usar as riquezas que Deus nos deu para o bem-estar da nossa população”, disse.

Bolsonaro disse ainda que o Amapá não precisa se preocupar que seus ministros, principalmente, Meio Ambiente e Minas e Energia, atrapalhem a expansão da economia local.

Com tamanho do estado do Espírito Santo ou da Dinamarca, a Renca foi criada em 1984 na divisa entre o Pará e o Amapá, para preservar recursos minerais – ouro, ferro e cobre – e abrange nove reservas ambientais e indígenas.

A Reserva volta a ser alvo do governo. Em 2017, o presidente Michel Temer sancionou um decreto que liberou a área para exploração dos minérios. Mas revogou a decisão após pressão popular.

** Com informações do Estadão