Brasil assina acordo global para criar Observatório Espacial do Clima

(Foto: Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações)

O Brasil e mais 22 países assinaram uma declaração de adesão ao Observatório Espacial do Clima, uma iniciativa francesa para estimular o estudo das mudanças climáticas.

A expectativa é que o observatório compartilhe dados de observação do planeta pelo espaço e ajude a associá-los às informações locais de cada país, como demografia e os planos diretores das cidades, a partir do cruzamento de dados.

O presidente da Agência Espacial Brasileira, Carlos Moura, que assinou o termo, afirmou que o Observatório ajudará o Brasil a fortalecer o combate ao desmatamento ilegal.
Atualmente, são usadas imagens de satélites, que não mostram o que acontece embaixo das copas das árvores, o que poderá ser corrigido com a nova tecnologia.

Segundo o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), “o objetivo da parceria é estreitar os laços entre os dois países em assuntos aeroespaciais e prevê a cooperação para o intercâmbio de projetos em conjunto, inclusive iniciativas para o Centro Espacial de Alcântara no Maranhão”. O ministério também pretende firmar tratados semelhantes com outros países.

** Com informações do G1 e Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações