Cisne Verde: o novo termo financeiro para mudança climática

(Foto: Reprodução Bank for International Settlements)

Durante a crise de 2008, os economistas começaram a usar o termo “cisne negro” para se referir a situações com um forte impacto negativo ou até catastrófico na economia mundial.

Agora, pesquisadores Bank for International Settlements (BIS) elegeram o termo “cisne verde”, para se referir à perspectiva de uma crise financeira causada pelas mudanças climáticas.

De acordo com os especialistas, os incêndios na Austrália e os furacões no Caribe são indicativos do aumento de eventos climáticos extremos e de grande magnitude, o que traz grandes custos financeiros.

O BIS alerta que a mudança climática pode provocar um efeito cascata na economia, se houver uma mudança abrupta nos regulamentos ou uma mudança inesperada na percepção do mercado, criando pânico em investidores.

Apesar dos riscos estarem sendo estudados por bancos centrais, os economistas ainda não sabem como enfrentar o cisne verde.

Os autores da pesquisa também alertam que, se uma crise como a de 2008 acontecer novamente, os bancos centrais não poderão auxiliar no resgate mundial como naquele tempo.