Argentina é o primeiro país latino a declarar emergência climática

(Foto: Pixabay)

O Senado argentino aprovou um projeto de lei que estabelece o desenvolvimento de medidas para conter o aquecimento global e declara emergência climática e ecológica no país.

O texto de autoria do senador Fernando “Pino” Solanas também determina a criação de obrigações específicas para reduzir as emissões de gases de efeito estufa.

“As consequências da mudança climática na natureza e nas condições climáticas são brutais. Há um tipo de resistência que não aceita que a mudança climática seja a maior ameaça que a humanidade tem hoje”, analisa Solanas.

A lei é fruto das manifestações do grupo “Juventude para o clima”, que exige do governo argentino medidas concretas para combater a mudança climática e evitar a destruição do meio ambiente.

A Argentina é o 17º país a declarar emergência por causa do clima, seguindo exemplos como Reino Unido, França e Argentina, e é o primeiro na América Latina.

** Com informações do jornal Clarín