CPI entra na justiça para conseguir filmagens feitas pela Hydro Alunorte

(Foto: Assessoria Alepa)

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) pediu apoio à Justiça, nesta terça-feira (08) para buscar e apreender as câmeras no interior da refinaria Hydro Alunorte.

A CPI já havia solicitado as filmagens, principalmente nos depósitos de Resíduos Sólidos DRS1 e DSR2, mas a empresa disse que as imagens foram apagadas devido uma pane nos dias dos despejos de resíduos no meio ambiente.

Ontem (07), a CPI começou a ouvir pesquisadores de várias instituições para entender as diferenças nos laudos. Para esta terça, estava marcada uma inspeção da CPI para analisar e comparar os laudos emitidos por diversas instituições com o relatório da empresa particular contratada pela mineradora.

Entretanto, os técnicos da Hydro não estavam presentes no local porque não estava claro que a inspeção estava prevista.

Em nota, a Hydro Alunorte disse que tem respondido a todos os pedidos de informações e de dados e que “continua colaborando com os órgãos para esclarecer todos os aspectos a respeito das suas operações em Barcarena”.

** Com informações do G1