Situação de água potável no mundo está insustentável

(Foto: Reprodução/ Portal Campo Belo)

Estamos a caminho de uma crise insustentável de desabastecimento de água potável no mundo, por causa da mudança climática e do crescimento da população. É o que afirmaram líderes da ONU e de vários países na Cúpula da Água, evento que acontece até quarta-feira (30) em Budapeste, na Hungria.

Segundo o presidente da Assembleia Geral da ONU, Peter Thomson, “o mundo avança por um caminho que segue em direção ao insustentável (…) a humanidade não entende, por enquanto, a importância disto”.

Dados da ONU mostram que mais de 40% da população mundial já é afetada pela falta de água, número que irá crescer com o aumento da temperatura média do planeta, devido à mudança climática.

Por isso, uma das metas traçadas pela Organização na Agenda 2030 é “Assegurar a disponibilidade e gestão sustentável da água e saneamento para todos” e até 2030, alcançar o acesso universal e equitativo a água potável e segura para todos.

Para Thomson, ainda há esperança se a meta do Acordo de Paris, de manter o aumento da temperatura média abaixo de 2ºC, for cumprida.

Os participantes da Cúpula de Água de Budapeste vão tratar nos próximos dois dias de assuntos relacionados ao uso de recursos hídricos, como o fornecimento, os impactos da mudança climática e o financiamento das políticas públicas.

Espera-se a aprovação de uma declaração final sobre políticas relacionadas a água, que será debatida no ano que vem, na cúpula sobre os oceanos em Nova York.

** Com informações do G1