Desmatamento na Amazônia equivale ao estado de São Paulo

(Foto: Daniel Beltra / Greenpeace)

O estudo estima que entre 2000 e 2013 foram desmatados 222.249 km² , equivalente ao tamanho do Estado de São Paulo. A Rede Amazônica de Informação Socioambiental Georreferenciada (RAISG), responsável pelo estudo, informa que o desmatamento no período corresponde a 13,3% da cobertura florestal original da Amazônia, estimando que a maior perda de floresta (9,7%) ocorreu principalmente entre 1970 e 2000.

A Amazônia se espalha pelo Brasil, Equador, Colômbia, Venezuela, Bolívia, Guiana, Guiana Francesa, Suriname e Peru. O estudo alerta também para a forte pressão existente sobre as nascentes das grandes bacias hidrográficas que estão localizados nos países andinos. Além do agronegócio, a construção de hidrelétricas e mineração representam grande ameaça para a manutenção das florestas, água e o solo, além das populações tradicionais que ali habitam.

A Amazônia brasileira apresentou queda nos índices de desmatamento a partir de 2006, mas a região ainda conta com uma perda florestal de 174 mil km² entre 2000 e 2013 – 5% da superfície original da floresta, equivalente ao estado do Ceará.