Empresas norueguesas devem avaliar danos a Amazônia

(Foto: Divulgação/ Reuters)

O governo da Noruega convocou representantes de suas três empresas com atividades no Brasil para avaliar o seu impacto na Amazônia.

O ministro do Meio Ambiente norueguês, Ola Elvestuen, se reuniu com a empresa de óleo e gás Equinor, de fertilizante Yara e a produtora de Alumínio Norsk Hydro.

Organizações não-governamentais e o fundo de pensão KLP também participaram do encontro para discutir o assunto e como resolvê-lo.

A Norsk Hydro é dona de uma fábrica no Pará e, em fevereiro de 2018, uma barragem com rejeitos de bauxita contaminou a região do município de Barcarena.

A Equinor afirmou que não possui atividades na Amazônia, mas faz exploração de óleo no mar brasileiro e trabalha em usinas de energia solar. A Yara produz fertilizantes e fornece produtos químicos ao agronegócio no Brasil.

A Yara e a Norsk Hydro não quiseram comentar sobre suas atividades na região.

** Com informações da Reuters