1 em cada 50 novos empregos nos EUA foram gerados por energia solar

(Foto: Reprodução)

Em 2016, foram produzidos 51 mil postos de trabalho, totalizando 260.077 novos empregos nos Estados Unidos. Esta é uma das descobertas do National Solar Jobs Census 2016, o sétimo relatório anual sobre empregos gerados pela energia solar publicado pela The Solar Foundation, uma organização sem fins lucrativos que visa acelerar a adoção da energia solar no mundo.

Segundo o relatório, o crescimento do trabalho na indústria solar nos EUA cresceu 25%, em relação a 2015, o maior percentual anual desde que o primeiro censo de empregos em energia solar foi lançado, em 2010, e neste ano, ultrapassou a economia global do país em 17 vezes.

“Ao quase triplicar o número de postos de trabalho desde 2010, o setor de energia solar consolida-se como uma história americana de sucesso, que criou centenas de milhares de empregos bem remunerados”, declarou Andrea Luecke, presidente e diretora executiva da The Solar Foundation. “Em 2016, vimos um aumento dramático da força de trabalho solar em todo o país, graças a uma rápida diminuição no custo dos painéis solares e uma demanda sem precedentes dos consumidores por instalações solares. Mais do que nunca, é claro que a energia solar é uma fonte de energia de baixo custo, confiável e superabundante que está impulsionando o crescimento econômico, fortalecendo as empresas e tornando nossas cidades mais inteligentes e resistentes”, completou.

O número de empregos no setor aumentou em 44 dos 50 estados norte-americanos no ano passado, mostrando que o crescimento da indústria solar não é um fenômeno regional. O estado com o maior número de empregos é a Califórnia, seguida por Massachusetts, Texas, Nevada e Florida.

A expansão da energia solar também mostra a importância de lidar com as mudanças climáticas. Ao investir em uma fonte de energia limpa, os cidadãos deixam de consumir fontes de energia não renováveis, que emitem grandes quantidades de gases de efeito estufa, que aceleram o aquecimento global.

Para ler na íntegra (em inglês) o National Solar Jobs Census 2016, acesse: http://www.thesolarfoundation.org/