Entra em operação total o primeiro parque eólico flutuante da Europa Continental

energia eólica
(Foto: Divulgação)

A WindFloat Atlantic, o primeiro parque eólico flutuante semi-submersível do mundo, entrou totalmente em operação e fornecerá energia limpa à rede elétrica de Portugal.

A unidade tem uma capacidade total instalada de 25 Megawatts (MW), energia suficiente para abastecer cerca de 60 mil usuários por ano, o que poupará quase 1,1 milhões de CO2.

O Windplus instalou e ligou três plataformas com êxito – com 30 metros de altura e uma distância de 50 metros entre cada uma das suas colunas – que permitem instalar turbinas de 8,4 MW.

O êxito do projeto está na sua tecnologia: uma ancoragem que permite a sua instalação em águas de mais de 100 metros de profundidade e o seu design orientado para a estabilidade em condições climatológicas e de marés adversas.

O WindFloat® é um dos avanços da tecnologia de montagem. O modelo pode aceder a recursos energéticos em áreas marítimas muito vastas, respondendo a desafios sociais de relevo, como a transição para a energia limpa, a segurança da energia e as alterações climáticas, enquanto simultaneamente gera postos de trabalho, crescimento econômico e oportunidades de investimento sustentável.