Green Bank mobiliza US$ 41 bilhões para projetos de energia limpa

(Foto: Freepik)

O Green Bank financiará projetos em energia eólica, solar de pequena escala, eficiência energética, transporte de baixo carbono, calor e energia combinados, digestores anaeróbicos, iluminação pública LED, geotérmica e armazenamento de energia.

“Acelerar a formação de Bancos Verdes em economias emergentes pode fornecer uma capacidade crítica para assumir riscos e alavancar capital privado para apoiar investimentos de baixo carbono em grande escala e permitir que países, cidades e estados cumpram suas metas climáticas”, disse Reed Hundt, CEO do Coalition for Green Capital.

O banco também anunciou a criação do Mecanismo de Financiamento Climático na África Austral, para ajudar os mercados emergentes a se adaptar às condições climáticas. Esforços para formar bancos verdes estão em andamento na América Latina, na Ásia e na Europa.

** Com informações da ONU