Rio de Janeiro ganha usinas que transformam lixo em energia limpa

(Foto: Pixabay)

Duas usinas foram inauguradas nos aterros sanitários de Seropédica e em Nova Iguaçu, ambas no estado do Rio de Janeiro, que vão transformar lixo orgânico em energia e combustível.

As usinas são administradas pela Gás Verde S.A. Em Seropédica, a usina tem capacidade de produzir 200 mil metros cúbicos por dia, volume capaz de encher o tanque de 13 mil veículos, na fase inicial e quando estiver em plena operação, serão produzidos 73 milhões de metros cúbicos por ano.

Em Nova Iguaçu, o biogás é comprado pela Gás Verde para abastecer a usina térmica, capaz de produzir 150 mil megawatts-hora de energia por ano, o suficiente para abastecer 70 mil residências.

O biogás é menos poluente do que o gás natural, proveniente do petróleo e contribui para reduzir as emissões de gases causadores do efeito estufa.

** Com informações da Época Negócios