Governo federal cria centro integrado para monitorar incêndios florestais

 

O governo federal determinou a criação do Centro Integrado Multiagências de Coordenação Operacional (Ciman), para combater mais rápido os incêndios florestais no país.

Coordenado pelo Ibama e com participação de outros órgãos federais, a iniciativa irá monitorar queimadas e incêndios, compartilhando informações e buscando soluções para combater o fogo.

A união de órgãos já mostrou que dá certo. Neste ano, a parceria entre o Instituto Chico Mendes (ICMBio) e a Fundação Nacional do Índio (Funai), com apoio do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), se mostrou efetiva no combate ao fogo em áreas de difícil acesso.

As reuniões do Ciman devem ocorrer anualmente no período de estiagem (agosto a outubro). Além do Ibama, há a participação do Ministério do Meio Ambiente (MMA), Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Exército, Marinha e Aeronáutica.

As informações coletadas pelo CIMAN estão disponíveis no site: https://queimadas.dgi.inpe.br/ciman/