Incêndio na Chapada dos Veadeiros é extinto

(Foto: Divulgação/ ICMBio)

Neste domingo (29), agentes do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) confirmaram que o incêndio de grandes proporções, que atingiu o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, em Goiás, foi extinto.

Após 20 dias, o incêndio queimou 68 mil hectares do parque, o equivalente a 28% da sua área total. Três trilhas foram atingidas pelas chamas dentro da Chapada dos Veadeiros e outras atrações naturais da região, como propriedades privadas.

Cerca de 200 brigadistas e centenas de voluntários contaram com o apoio das chuvas para apagar totalmente o incêndio. O ICMBio ainda manterá uma equipe na região para monitorar o surgimento de novos focos de incêndio.

A Polícia Militar investiga a hipótese de que o incêndio tenha sido causado por fazendeiros em retaliação ao aumento da área de conservação do Parque de 61 para 240 mil hectares.

O diretor do ICMBio, Fernando Tatagiba, afirma que apenas uma pessoa com conhecimento sobre a região poderia ter provocado o incêndio. “Não existe combustão espontânea no cerrado. Incêndios iniciados nessa época do ano têm sempre origem humana. Se alguém faz uma queimada e ela foge ao controle, transformando-se a em incêndio, isso já é caracterizado como um crime”, informou.

O parque será reaberto na próxima quarta-feira (01), segundo informações da assessoria do ICMBio. Atualmente, o parque recebe cerca de 70 mil visitas por ano e o turismo local movimenta R$100 milhões.