Manchas de óleo chegaram ao litoral do Rio de Janeiro

(Foto: Divulgação/ Marinha do Brasil)

A Marinha confirmou que os fragmentos de óleo, que atingem o litoral do Nordeste, chegaram à Parai de Grussaí, no Rio de Janeiro.

Segundo o Grupo de Acompanhamento e Avaliação (GAA), foram encontrados 300 gramas do óleo e somente esta porção foi achada em toda a extensão da praia.

Questionado sobre a situação na manhã deste sábado, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que gostaria de identificar quem cometeu o “ato criminoso”.

“Na pior hipótese, um petroleiro, caso tenha jogado no mar toda a sua carga, menos de 10% chegou na nossa costa ainda. Então, nos preparemos para o pior. Pedimos a Deus que isso não aconteça”, disse.

Desde o dia 30 de agosto, quando os primeiros fragmentos de óleo foram encontrados, 724 locais foram atingidos na Região Nordeste e no Espírito Santo. Cerca de 72% dos municípios nordestinos foram afetados.

O óleo ficou concentrado em praias de 8 estados: Alagoas, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe.

Em Piauí, mergulhadores da Marinha foram enviados para o Delta do Parnaíba para reforçar o processo de limpeza da área. Cerca de 1 tonelada de óleo foi encontrada no local e 400 quilos da substância já foram retirados.

Também foram registrados três casos de intoxicação por petróleo cru no Ceará, segundo o Ministério da Saúde.

** Com informações do G1