O carnaval do lixo

Vale tudo no carnaval? Não!!

Os foliões mostraram alegria, mas rolou MUITA falta de educação. Lixo para todo lado, destruição de lixeira nas ruas e até em metrôs.

Falhou o poder público, falhou o folião, falharam os organizadores.

É bom repensar para 2019. Quem sabe uma campanha de educação e conscientização?

O balanço é nojento:

 Rio – total de 246 blocos espalharam alegria pelas ruas do Rio entre sexta-feira (9) e segunda-feira (12). Mas, para além da folia, os cortejos de carnaval já deixaram para trás cerca de 400 toneladas de lixo, quantidade 30% maior do que a recolhida em 2017 pela Comlurb. No carnaval de rua, com blocos, bailes e festas populares nas vias públicas, foram recolhidas pelas equipes de limpeza 160 toneladas de resíduos. No bloco Sargento Pimenta, que desfilou no Aterro do Flamengo, na segunda-feira os garis da Comlurb recolheram a maior quantidade de resíduos: 14 toneladas.

Salvador – A Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb) já recolheu 1.253 toneladas de resíduos nos três circuitos da folia: Osmar (Campo Grande), Dodô (Barra-Ondina) e Batatinha (Pelourinho), da última quarta (7) até a segunda-feira de Carnaval (12), o que significa um aumento de 14,11 % em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram retiradas das ruas 1.098 toneladas.

Olinda – De acordo com a Secretaria de Serviços Públicos de Olinda, no período carnavalesco, são recolhidas cerca de 100 toneladas de lixo por dia.

Recife – o primeiro balanço é de 400 toneladas de lixo nos cinco dias de festa.

São Paulo – Entre os dias 9 e 12 de fevereiro foram recolhidas 784,76 toneladas de lixo proveniente do carnaval de rua e do Sambódromo. Os catadores de materiais recicláveis se reuniram para pedir mais apoio de prefeitura e teve até manifestação pública. Um grupo composto por catadores associados e independentes usava o grito de guerra “eu sou catador, com muito orgulho, com muito amor”, enquanto desfilava pela Avenida Faria Lima com faixas de protesto e uma camisa exigindo pagamento aos catadores, inclusão social e com o lema “Cidade linda sem catador é lixo”.

Brasília – Serviço de Limpeza Urbana (SLU) recolheu 86 toneladas de lixo nos quatro dias de carnaval. Contando com a semana de pré-carnaval, o montante sobe para 117 toneladas, até a manhã desta quarta-feira (14) de cinzas.

 

  • Com informações das assessorias de imprensa, G1, iBahia, Destak