Óleo atinge local de desova de tartarugas no Espírito Santo

(Foto: Arquivo - Projeto Tamar)

As manchas de óleo chegaram à praia de Pontal do Ipiranga, no Espírito Santo.  No local há uma base do Projeto Tamar, dedicada à pesquisa, proteção e manejo de tartarugas, que fazem a desova na área.

Esta é a segunda praia do estado afetada pelo material, a primeira foi a praia de Guriri na última quinta-feira (7). Até o momento, o óleo se espalhou por 427 locais de nove estados do Nordeste em praias, mangues, costões marítimos, desembocaduras de rios e outros habitats litorâneos.

Segundo o biólogo responsável pela base, Ciro Jardel Bérgamo, as tartarugas estão em época de reprodução e cerca de 206 ninhos de tartaruga-cabeçuda foram mapeados em 43 quilômetros de praia. Os pesquisadores estimam que, no mínimo, 80 tartarugas-gigante estão prestes a nascer.

Na sexta (08), a prefeitura de Linhares bloquearam a foz do Rio Doce, em Regência, para evitar que o óleo contamine o estuário da região.

Sergipe

O Ministério Público Federal (MPF-SE) pediu que a Justiça faça a União marcar, até domingo, uma reunião do Comitê de Suporte do Plano Nacional de Contingência para Incidentes de Poluição por Óleo em Águas sob Jurisdição Nacional (PNC).

No dia 1ª de novembro, o governo federal fez o convite mas, até o momento, nenhum reunião ou providência foi tomada, segundo Ramiro Rockenback, procurador da República.

A Advocacia-Geral da União (AGU) não se pronunciou sobre o assunto até a publicação desta reportagem.

** Com informações da Agência Brasil e do G1