One Planet Summit termina com 12 novos acordos contra aquecimento global

(Foto: Pixabay)

Nesta terça-feira (12), líderes políticos e atores econômicos anunciaram 12 medidas contra o aquecimento global durante o “One Planet Summit”, cúpula ambiental promovida pelo presidente francês Emmanuel Macron para impulsionar o Acordo de Paris.

A lista de iniciativas inclui a criação de um fundo para países do Caribe atingidos por furacões e um programa de desenvolvimento de carros elétricos em oito estados norte-americanos.

O Banco Mundial anunciou o fim do financiamento à cadeia do petróleo e de gás a partir de 2019, e o início da publicação das emissões poluentes dos projetos financiados a partir do ano que vem. A seguradora Axa e o banco holandês ING se comprometeram em parar de investir em empresas e projetos destinados às centrais de carvão.

Durante a reunião, também foi lançado o Climate Action 100+, uma iniciativa de cinco anos que visa engajar empresas com grandes emissões a reduzirem os seus índices de poluição e fortalecer os gastos com ações para o clima. Entre as empresas alvo estão BHP Billiton, Glencore, Ford e Airbus.

Além disso, líderes de países das Américas concordaram em estabelecer um preço às emissões de gases de efeito estufa para combater o aquecimento global.

** com informações da AFP e da Agência ANSA