Projeto Olhos D´Água recupera nascentes do rio Doce

Pesquisando sobre a região do Rio Doce e a questão ambiental, o ONB recuperou informações do importante projeto de recuperação de nascentes do fotógrafo Sebastião Salgado.

É comovente o trabalho. O Projeto tem o objetivo de recuperar as 370 mil nascentes do Rio Doce. A ONU reconhece a importância da recuperação de nascentes do Instituto Terra e o Projeto Olhos d´Água.

SS antes

ssdepoishttp://www.institutoterra.org/

Tudo começou na fazenda de Sebastião Salgado em Aimorés, perto da divisa do Espírito Santo com Minas Gerais, onde o fotógrafo foi criado. Ele comprou a fazenda do pai e junto com a esposa, decidiu reflorestar o local. Eles ganharam árvores, construíram um viveiro de mudas e ficaram surpresos quando perceberam que junto com a mata, as nascentes renasceram.

“Quando eu passei na estrada, estava tudo molhado. Aí eu fiquei ‘que água é essa que está saindo?’. Eu parei o carro e fui ver. Tinha uma nascentezinha começando a sair, um olho d’água jorrando, uma emoção enorme, um milagre”, lembrou a esposa de Sebastião Salgado, a arquiteta Lélia Salgado.

O que será que Lélia e Sebastião estão sentindo agora com a destruição de boa parte do Rio Doce pelo barro com rejeitos da mineradora Samarco?

Assista a uma excelente reportagem de Miriam Leitão na GloboNews (2011) com o casal Lélia e Sebastião Salgado sobre o Projeto Olhos d´Água; e torcer para que a vida volte logo na região do Rio Doce e que a natureza seja generosa.