Queimadas aumentam 52% este ano em áreas florestais e de lavoura

(Foto: Reprodução/ Prevfogo/ Ibama)

Até agora foram registrados cerca de 216 mil focos de incêndios em áreas florestais e de lavoura, de acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Com isso, o número de focos de incêndio entre janeiro e junho deste ano já é 52% maior do que o registrado no mesmo período de 2017.

Os três estados com o maior número de queimadas são Roraima, Mato Grosso e Tocantins. Juntos, eles somam cerca de 55% dos focos de incêndio registrados em todo o Brasil neste período.

O maior tempo de estiagem em 2018 pode ser um fator decisivo nos incêndios. Mas bombeiros alertam para o desmatamento e a degradação ambiental como fatores responsáveis pela ampliação dos focos de incêndio.

Para tirar Roraima do topo de lista dos focos de incêndio, o Corpo de Bombeiros faz agora uma campanha permanente de combate às queimadas. Já o Inpe investiga práticas que influenciam desmatamento na Amazônia. A Floresta Amazônica concentra mais da metade da biodiversidade da Terra, além de um terço das florestas tropicais do planeta.

Fonte: Agência Brasil – EBC