Rios e lagos da Europa falham em testes de qualidade da água

(Foto: Pixabay)

Apenas 40% dos rios, lagos e estuários da Europa cumpriram os padrões ecológicos mínimos estabelecidos pela União Europeia (UE) e os protocolos de biodiversidade, revela novo relatório da Agência Ambiental Europeia.

A Inglaterra é um dos países com o pior índice. “A Inglaterra é comparável aos países da Europa Central, com uma alta proporção de corpos d’água que não alcançam o bom status”, disse Peter Kristensen, principal autor do relatório ao The Guardian.

O estudo também revela uma divisão entre a poluição química. Cerca de três-quartos das amostras era de boa qualidade, enquanto 62% dos rios e lagos superficiais estão com uma qualidade ruim, principalmente por contaminação por mercúrio.

“O relatório mostra que não estamos nem perto de reduzir a perda da biodiversidade até 2020. Este é apenas outro sintoma que nós vamos perder as metas por cauda dos líderes de estado. A legislação está lá, mas claramente a vontade política de fazê-la funcionar não existe”, afirmou Andreas Baumeller, chefe de recursos naturais da WWF Europa.

** Com informações do The Guardian