Senado intensifica punição por falhas em barragens

(Foto: Corpo de Bombeiros/ Divulgação)

Um mês após o rompimento da barragem em Brumadinho, o Senado aprovou o projeto de lei que endurece a Política Nacional de Segurança de Barragens. 

O texto prevê que as empresas responsáveis podem receber uma multa que pode chegar a R$10 bilhões.

Em situação de acidente, a multa será revertida obrigatoriamente para a região afetada, mineradoras terão que  informar qualquer alteração que comprometa a segurança e permitir acesso sem restrições de agentes de fiscalização.

O rompimento da barragem de Brumadinho deixou 179 mortos, outras 131 pessoas continuam desaparecidas, e destruiu a natureza local.

O projeto seguirá para a Câmara, caso nenhum senador entre com recurso solicitando a tramitação do texto em plenário.

** Com informações do G1