Vale desautoriza o próprio advogado a falar sobre Brumadinho

(Foto: Divulgação)

Ao Estadão, o advogado Sergio Bermudes afirmou que “a Vale não vê responsabilidade. Nem por dolo, que é infração intencional da lei, nem por culpa, que é infração da lei por imperícia, imprudência ou negligência. Ela atribuiu o acontecido a um caso fortuito que ela está apurando ainda”.

Em nota, a Vale afirmou que não autorizou o advogado a se pronunciar em seu nome e ressaltou a intenção de permanecer contribuindo com as investigações.

“A Vale não reconhece as declarações feitas à mídia pelo advogado Sergio Bermudes e afirma que seu mandato não o autoriza a dar quaisquer declarações sobre a Vale, seja em nome da empresa, seja para expressar a sua opinião pessoal sobre o tema do rompimento da barragem em Brumadinho (MG)”, afirma a empresa.

“A Vale volta a ressaltar, de forma enfática, que permanecerá contribuindo com todas as investigações para a apuração dos fatos e que esse é o foco da sua diretoria, juntamente com o apoio incondicional às famílias atingidas.

** Com informações do Estadão