Brasil e Alemanha fecham acordo para produção sustentável

(Foto: Guilherme Martimon/ Mapa)

O Ministério da Agricultura (MAPA) e a Embaixada da Alemanha assinaram um convênio de cooperação para financiar medidas de inovação e tornar o agronegócio brasileiro mais sustentável. O projeto será implantado de 2020 a 2024.

O acordo cria o projeto Inovação nas Cadeias Produtivas da Agropecuária para a Conservação Florestal na Amazônia, para as cadeias produtivas da carne, soja e madeira, nos estados do Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia e Tocantins.

O objetivo é criar ferramentas para acompanhar a situação socioambiental dessas cadeias, gerar agregação de valor aos produtos das setores com bons índices de sustentabilidade e fornecer assistência técnica e gerencial para os produtores com baixos índices de sustentabilidade. 

Serão investidos 25,5 milhões de euros pelo governo alemão e outros 12 milhões de euros pelo ministério da agricultura

O acordo também cria o Índice de Adequação Socioambiental para qualificar as cadeias. O sistema terá como base de dados o Cadastro Ambiental Rural (CAR), as guias de transição para controle da circulação de animais criados para corte e informações da fiscalização contra a exploração de trabalho.

Segundo a ministra Tereza Cristina, o projeto permitirá o acesso dos produtores à tecnologia e melhores práticas de produção, principalmente entre os pecuaristas, incluindo-os no sistema produtivo sustentável. 

“Não queremos excluir ninguém. Vamos trazer pessoas para que produzam melhor, gerem renda, qualidade de vida e estejam integrados na pecuária sustentável, na madeira sustentável”, disse.

** Com informações do MAPA