ONGs pedem suspensão de negócios agrícolas com o Brasil

Imagem ilustrativa (Foto: jcomp Freepik)

Mais de 340 organizações internacionais pediram a União Europeia e ao Canadá que suspendam imediatamente as negociações comerciais com o Brasil.

Em uma carta aberta, as organizações ressaltaram que o governo Bolsonaro tem promovido violações aos direitos humanos, ataques a minorias, populações indígenas, LGBTQIA+ e comunidades tradicionais.

O documento possui cinco demandas: a interrupção imediata das negociações de livre comércio entre a União Europeia e o Mercosul; a garantia de que os produtos brasileiros consumidos pelo bloco europeu não contribuem para o desmatamento, grilagem de terras e violação de direitos humanos; o pedido de confirmação formal de que o governo brasileiro está comprometido com a implementação do Acordo de Paris; o apoio a ONGs brasileiras que trabalham pelos direitos humanos e pelo funcionamento da democracia; e o monitoramento sobre violações de direitos humanos.

Em maio, outra carta assinada por 600 cientistas europeus havia feito pedido semelhante, exigindo que a União Europeia deixasse de importar produtos brasileiros ligados a desmatamento.

** Com informações da Folha de S.Paulo