Paraíba alcança 240 toneladas produzidas de algodão orgânico

algodão orgânico
(Foto: Divulgação Empaer Paraíba)

Em 2020, a Paraíba já comercializou cerca de 240 toneladas de algodão orgânico branco, cuja colheita ainda não terminou, segundo dados da Empaer Paraíba. O crescimento da produção é resultado do investimento do Governo do Estado em agricultura orgânica.

De acordo com a Empaer, mais de R$576 mil foram injetados na economia de 60 municípios do interior do estado, o que beneficiou as 327 famílias de agricultores que participam do Projeto Algodão Orgânico Paraíba.

A perspectiva de colheita para a safra agrícola deste ano foi estimada em mais de 250 toneladas de algodão, o que “representa um aumento de mais de 100% em relação a última safra”, segundo o engenheiro agrônomo da Empaer, Vlaminck Saraiva.

Entre os principais fatores que contribuíram para o sucesso no aumento da produção do algodão orgânico estão: a regularidade do inverno, a garantia de mercado com preço acertado em contrato e pagamento rápido e a assistência técnica continuada.

Para Saraiva, o resgate da cotonicultura no Estado representa a esperança do desenvolvimento sustentável para a agricultura de todos os municípios com vocação para esta cultura. Uma das vantagens da produção agroecológica é o equilíbrio do ecossistema para resultar em plantas mais resistentes, além de preservar o meio ambiente e a saúde das pessoas.