Pesquisadores desenvolvem primeiro sistema orgânico de manga

(Foto: Nelson Fonseca/ Embrapa)

Pesquisadores da Embrapa e a empresa Bioenergia Orgânicos desenvolveram em Lençóis, na Chapada Diamantina (BA), o primeiro sistema orgânico de produção de manga do país.

Os pesquisadores afirmam que a base do sucesso da produção em sistema orgânico é o preparo do solo, que deve ser revolvido o mínimo possível.

A média de produtividade se mostrou pouco superior aos valores registrados no sistema convencional no estado da Bahia: 20 toneladas por hectare (t/ha), com previsão de chegar a 25 t/ha no próximo ciclo. A diferença poderia ser maior, caso tivesse sido utilizado um espaçamento mais adensado (mais plantas por hectare) nos experimentos. Mesmo assim, o resultado foi comemorado pela equipe de pesquisa.

“Iniciamos a implantação do sistema em 2011 com o preparo do solo, que levou cerca de um ano. Em Lençóis, o solo é extremamente pobre. O chamado Latossolo Vermelho Amarelo distrófico apresenta alto teor de alumínio trocável e baixos teores de cálcio, magnésio e outros nutrientes. Nossa primeira prática após as análises química e granulométrica foi a aplicação de calcário dolomítico e gesso mineral [gipsita] para neutralizar o alumínio e fornecer cálcio e magnésio. Depois disso, entramos com as plantas melhoradoras”, explica Ana Lúcia Borges, pesquisadora da Embrapa.

O cultivo de plantas melhoradoras é uma das formas de se garantir a cobertura vegetal do solo. “Nos experimentos em Lençóis, utilizamos um coquetel vegetal, misturando sementes de leguminosas e gramíneas. E é muito interessante o uso do coquetel porque assim temos espécies com composição de nutrientes e taxa de decomposição diferentes. As leguminosas têm mais nitrogênio, mas decompõem-se mais rápido. E as gramíneas têm menos nitrogênio, porém decompõem-se mais lentamente”, exemplifica a pesquisadora.

A iniciativa faz parte do projeto “Desenvolvimento de sistemas orgânicos de produção para fruteiras de clima tropical”, realizado desde 2011. Até este ano, já foram lançados sistemas orgânicos de produção para abacaxi e maracujá.

Segundo a Federação Internacional dos Movimentos de Agricultura Orgânica (Ifoam), a área produzida de manga sob manejo orgânico no mundo é de 18.632 hectares, o que equivale a 0,43% da área cultivada de manga no mundo. No Brasil, não há informações oficiais, mas a estimativa é que sejam 282 hectares em todo o país, disse Borges.

Para saber mais sobre o sistema de cultivo da manga, clique aqui.