Produção agroecológica de arroz supera rendimento da convencional

(Foto: Pixabay)

Treze famílias dos municípios de Neópolis, Pacatuba, Própria e Ilha das Flores, em Sergipe, colheram 150 toneladas de arroz agroecológico agulhinha, em 17 hectares de plantio.

Segundo dados do Sidra/IBGE a média de rendimento do arroz agroecológico foi de 8,6 toneladas por hectare contra 7,4 toneladas por hectare do arroz convencional, em janeiro de 2020.

Famílias do Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA) fizeram a transição do cultivo do arroz convencional para o agroecológico. O modelo de produção agroecológica reduziu o uso de agrotóxicos em mais de 90% na lavoura.

A transição para o plantio agroecológico se mostrou positiva para os produtores e é também benéfica para o meio ambiente e para os consumidores, que terão no seu prato alimento sem produtos químicos que podem fazer mal à saúde.

Agora, o desafio é vender o arroz. As 150 toneladas de arroz agroecológico serão vendidas em feiras, para movimentos parceiros e para órgãos públicos, como escolas e hospitais.