Avanço tecnológico tornou a agropecuária mais sustentável e competitiva

(Foto: Pixabay)

O investimento em tecnologia e inovação mudou a realidade da agropecuária brasileira nas últimas cinco décadas. Hoje, a agropecuária é mais sustentável e competitiva, afirmou o presidente da Embrapa, Celso Moretti, durante o Agro pelo Brasil, evento promovido pela CNA Brasil.

“O [Sistema de] Plantio Direto revolucionou a produção no Brasil, principalmente, de commodities no Cerrado. É uma tecnologia fantástica que tem contribuído para a sustentabilidade do agro brasileiro”, disse.

A Integração Lavoura-Pecuária-Floresta, a Fixação Biológica de Nitrogênio e tecnologias de baixa emissão de carbono são outras inovações que contribuem para o agro ser mais sustentável.

“A tecnologia digital vai contribuir para que o Brasil consiga aumentar a sua produção, com melhor produtividade para continuar sendo eficiente e um dos principais players globais em produção de alimentos. No entanto, a chave para o sucesso do agro digital é a conectividade. Esse é um grande desafio para o agro e para o governo brasileiro com o intuito de avançarmos nesse processo e melhorar a conectividade no campo”, avaliou.

O coordenador de Comunidades de Inovação do Senar Bahia, Adauto Liberato, lembra que as startups têm ganhado espaço no setor com o desenvolvimento de soluções tecnológicas para os problemas do produtor.

Para o gerente de inovação do Senar, Fernando Borges, a transformação digital no campo só foi possível graças ao produtor rural, que está antenado e adotou as tecnologias.