Cápsula de café biodegradável que vira adubo

(Foto: Luciana Almeida)

O Orfeu Cafés Especiais desenvolveu cápsulas biodegradáveis e bioplástico compostável,  que pode se tornar adubo em até quatro meses, se destinadas ao tratamento adequado de lixo orgânico.

O produto é o primeiro no Brasil, resultado de um ano de investimentos, a receber o Rótulo Ecológico ABNT – único programa de rotulagem ambiental brasileiro aprovado pelo Global Ecolabelling Network (GEN).

As cápsulas são produzidas a partir de matéria-prima orgânica e renovável, e após o seu uso, podem ser descartadas de três formas: lixo orgânico (4 meses para se decompor), composteira termofílica (de 2 a 4 meses) e composteira elétrica (3 a 7 horas).

(Foto: Luciana Almeida)

“Após muita pesquisa e dedicação, conseguimos dar um grande passo para tornar sustentável o consumo e descarte de cápsulas de café de uma forma mais prática, viável e efetiva para os clientes”, conta Amanda Capucho, diretora geral de Orfeu Cafés Especiais.

A produção de cafés especiais tem crescido no Brasil. Dados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) apontam um crescimento de 20% da plantação nacional em 2017 deste segmento, que cresceu 20% nos últimos cinco anos.

O Orfeu Cafés Especiais é o café brasileiro mais premiado do mundo no Cup of Excellence, o maior e mais prestigiado concurso internacional de excelência em cafés, além de diversos outros prêmios.