Korin é a primeira empresa a receber novo selo da Embrapa

(Foto: Divulgação)

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) anunciou, nesta quarta-feira (01), um acordo para produzir ovos caipiras com a Korin, tradicional empresa de produtos orgânicos e naturais.

Os objetivos são valorizar o desenvolvimento de produtos nacionais e aproximar os consumidores da cadeia de produção do agronegócio.

A partir de agora, o rótulo de ovos caipira com 10 unidades da Korin terá o selo “Tecnologia Embrapa”. A novidade pretende informar aos consumidores que o produto foi desenvolvido pela empresa de pesquisa.

A Korin é a primeira empresa brasileira a receber o selo, que vai explicitar que a Tecnologia Embrapa se refere exclusivamente ao trabalho de melhoramento genético da ave poedeira Embrapa 051.

O acordo integra um plano da Embrapa que permite ao consumidor final ter a garantia de que o produto que está comprando é resultado de anos de pesquisa.

Com a parceria, a expectativa da Embrapa é conseguir avaliar o nível de conhecimento e percepção do consumidor final sobre o trabalho da empresa.

A possibilidade de melhoria no processo de pesquisa, desenvolvimento e inovação a partir do rastreamento do desempenho do ativo ao longo da cadeia produtiva foi uma das motivações para o diálogo com a indústria. Além de tornar a presença da ciência no dia a dia do consumidor, explica o supervisor do contrato de validação Anderson Alves, da Gerência de Marketing da Secretaria de Inovação e Negócios da Embrapa.

Para o diretor da Korin, Luiz Carlos Demattê Filho, o projeto com a Embrapa pode ampliar a reputação de qualidade e confiança conquistada pela Korin, resultando em valor para ambas as empresas.

“Nosso objetivo é valorizar a pesquisa, o desenvolvimento e a inovação nacionais, fazendo com que nossos clientes e consumidores adquiram uma real consciência sobre o valor desses serviços”, disse.

Demattê acrescenta que a maior aproximação com os usuários da tecnologia favorece a busca por melhores resultados na produtividade e na capacidade de atendimento às expectativas dos consumidores.

Produção

Os ovos serão produzidos por galinhas caipiras criadas sem nenhum tipo de transgênicos, antibióticos e anticoccidianos, e livre de gaiolas.

A genética caipira Embrapa 051 foi desenvolvida pela unidade da instituição de Concórdia, em Santa Catarina, com o cruzamento de raças selecionadas, com perfis rústicos, que se adaptam a sistemas menos intensivos.

As galinhas possuem plumagem marrom intenso, longevidade e rusticidade,  apresentam ovos caipira de altíssima qualidade, na convergência entre a alta tecnologia e a agricultura familiar e natural.

A Poedeira 051 foi criada com a proposta de atender pequenos produtores ou interessados em produzir para nichos de mercado de ovos caipira ou colonial e orgânicos. A produção dessas aves é de ovos de mesa de casca marrom ou vermelhos, com variação na tonalidade o que lhe confere a identidade de caipira.

Segundo a Embrapa, a poedeira produz em média 345 ovos por ciclo produtivo, quatro vezes mais que a média de 80 ovos de uma galinha comum.

LEIA TAMBÉM

Entrevista: “Não gerar tantos impactos para os clientes será o maior desafio”, diz diretor da Korin