Pensar cidades

(Foto: Reprodução)

Entidades de classe, ONGs e coletivos são fóruns de discussão para soluções de problemas segmentados. Dois bons exemplos que pensam as cidades do futuro e seus desafios urbanos são: a ARUP e a Arq.Futuro.

A Arup é a força criativa na concepção de muitos dos projetos mais proeminentes do mundo no ambiente construído e em todos os setores. São 13.000 arquitetos, designers, engenheiros e consultores que realizam projetos inovadores em todo o mundo, através de 92 escritórios em 40 países, incluindo Rio de Janeiro e São Paulo no Brasil.

No site, versão em português, três estudos interessantes contemplam as cidades: Rio de Janeiro, São Paulo e Santos.

Assista a um vídeo de apresentação:

Fundado em 2011, o Arq.Futuro é uma plataforma de discussão sobre o futuro das cidades, com o objetivo de democratizar a informação sobre temas urbanos e contribuir para a melhoria da qualidade de vida das cidades brasileiras.  No site da entidade, informações muito ricas.

Assista o vídeo para entender a importância do Arq.Futuro: