Agricultura sustentável e dinâmica são aposta da Four Agri

(Foto: Pixabay)

Insetos, doenças e plantas daninhas são desafios constantes dos agricultores, que podem perder toda a produção ou ter a qualidade e quantidade dos alimentos reduzidas. Por isso, as ferramentas digitais se tornaram essenciais no agronegócio: além de aumentar a produção, podem torná-la mais econômica e sustentável.

Para ajudar o agricultor a solucionar os problemas e ter uma lavoura mais produtiva, o Engenheiro Agrônomo, Luis Eduardo Brunelli, o técnico agrícola Luiz Antônio Theodoro e o engenheiro eletricista Antonio Marcos Ferraz de Campos fundaram, em 2018, a startup Four Agri.

A startup trabalha em uma plataforma para processar imagens obtidas por diferentes sensores acoplados em veículos aéreos não tripulados, como os drones, e diagnosticar os problemas nas lavouras.

(Foto: Luis Brunelli/ Arquivo Pessoal)

Segundo o cofundador e Diretor Executivo da startup, Luis Brunelli, o objetivo é “oferecer ao mercado um pacote tecnológico de serviços (…) gerar novos insights e métodos agronômicos, identificar novos mercados e posicionamentos para produtos da indústria, intervenção à taxa variada, redução da variabilidade e perdas de produção”.

Para aplicar a tecnologia na lavoura, o produtor paga R$40 reais por análise. A startup solicita imagens nos cinco momentos principais do cultivo para fazer as análises e identificar os problemas na produção, como plantas daninhas, estresse hídrico ou de calor, doenças, pragas, entre outros.

“O monitoramento aéreo é extremamente importante para auxiliar o produtor rural nas tomadas de decisão, desde decisões em operações agrícolas na fazenda, onde ele pode dimensionar como e onde começar uma atividade e fazer o acompanhamento da mesma, até intervenções para agricultura de precisão”, explica Brunelli.

“A agilidade e a precisão da informação permitem que o produtor rural ou mesmo o tomador de decisão tenha uma assertividade muito grande de suas ações. Os resultados com certeza aparecem rapidamente, em rentabilidade e produtividade”, destaca.

Para o diretor executivo da Four Agri, os obstáculos para expandir a agricultura de precisão estão sendo vencidos com as inovações e ferramentas que estão surgindo no mercado, principalmente, através das agtechs.

“Desafios sempre existem, como a integração dessas ferramentas, a conectividade no campo e muito mais que isso. É necessário que os profissionais da área se especializem em interpretação e análise das informações, pois os dados na agricultura são gerados em grandes volumes, assim teremos profissionais no campo aptos a tomarem as melhores decisões”, conclui.

Os interessados em conhecer um pouco mais sobre o trabalho da Four Agri podem acessar o site www.fouragri.agr.br, acompanhar no instagram @four_agri e entrar em contato pelo telefone (17) 99124-3152.

 

** A Four Agri participará do espaço de inovação Thinking Green durante a Bio Brazil Fair | Biofach América Latina. Para participar, acesse: https://biobrazilfair.com.br