BIOFACH e VIVANESS 2017: Diversidade, responsabilidade e conceitos para o futuro

(Foto: Divulgação/ Biofach)

Entre os dias 15 e 18 de fevereiro, 2.749 expositores de 87 países se reunirão para a BIOFACH, Feira Mundial de Alimentos Orgânicos, e para a VIVANESS, Feira Internacional de Cuidados Pessoais Naturais.

São oito pavilhões com uma área útil de 47.428m2, 70% dos expositores serão de fora da Alemanha, 255 são do setor de cosméticos naturais, 48.000 profissionais do setor vão negociar produtos que de todos os segmentos da indústria orgânica.

Ainda acontecem os congressos que têm como tema central a diversidade e na responsabilidade. Em toda edição da feira, um país é considerado anfitrião, e este ano é a Alemanha que apresentará para a 28ª edição da Biofach o lema “Construir um futuro orgânico”.

As tendências que estão sendo concentradas em BIOFACH são: conveniência, alimentos de especialidades, o gosto exótico do coco, os super alimentos e regionalidades e algas marinhas.

Já na VIVANESS, as tendências incluem a multifuncionalidade dos produtos e cosméticos veganos, um mercado que não para de crescer.

E o Brasil está muito bem representado pelo Projeto Organics Brasil, com um grupo de expositores que contempla o setor produtivo de matéria prima (açúcar, mel, erva mate e castanha de caju), secundário (produtos acabados e produzidos em larga escala, como linhas de cereais, achocolatados, chás, polpas de frutas, sucos) e serviços, como certificadora e plataforma de negócios digital.

Localizado no Hall 2, no estande do Organics Brasil estão nove empresas – Triunfo do Brasil (erva mate), Native (açúcar, sucos e cereais), Jalles Machado (açúcar), MN Propolis (mel, própolis e chá), Resibrás (castanha de caju), IBD (certificadora), Icosus (trading digital)., Atlântica Foods (polpa de frutas) e Bela Iaçá (açaí e polpa de frutas tropicais). São mais de 200 produtos para exportação e empresas abertas a toda demanda de artigos dos principais Biomas (Amazônia, Cerrado, Mata Atlântica, Caatinga, Pampa e Pantanal) e abertas para solucionar qualquer demanda de produtos brasileiros.