Produção de orgânicos no Brasil cresce e empresas investem na Biofach 2017

(Foto: Secretaria Agricultura/ SP)

O Projeto Organics Brasil participa pela 12ª vez da Biofach, a cada edição, os negócios se consolidam nos mercados tradicionais e ampliam o comércio em regiões promissoras, como: Oceania, Ásia, Escandinávia, Leste Europeu e Oriente Médio.

As notícias do Brasil são muito boas: no mercado interno, os orgânicos continuam em crescimento, em especial no número de unidades produtivas de agricultura orgânica e sustentável, passando para 18 mil nos últimos 12 meses, cerca de 15% de crescimento.

As 54 empresas, associadas ao Conselho Brasileiro da Produção Orgânica e Sustentável (Organis) e ao projeto Organics Brasil, fecharam 2016 com faturamento de US$ 145 milhões em exportações, 9,5% menor em relação a 2015, justificado pela séria oscilação do câmbio (real-dólar), mas com 15% a mais em volume de produção exportado.

“Em 2016, o setor faturou $ 3 bilhões de reais no mercado nacional e a perspectiva é chegar à taxa de crescimento na ordem de 25%-30% em 2017. Apesar das exportações terem fechado pouco abaixo das estimativas, continuamos sendo o principal país fornecedor de açúcar, castanhas, frutas e seus derivados. Há muito espaço para crescer em exportação para a Europa, China, Oriente Médio e Ásia. A América do Norte continua sendo o mercado de maior potencial de exportação em 2017. As empresas brasileiras estão preparadas para atender todos os mercados”, explica Ming Liu, diretor do Organics Brasil e do ORGANIS, Conselho Nacional da Produção Orgânica e Sustentável.

Localizado no Hall 2, no estande do Organics Brasil estão nove empresas, com mais de 200 produtos para exportação, abertos a toda demanda de artigos dos principais Biomas (Amazônia, Cerrado, Mata Atlântica, Caatinga, Pampa e Pantanal) e a solucionar qualquer demanda de produtos brasileiros.

Empresa Empresa orgânica por natureza Produtos na Biofach 2017 Expectativa de negócios na Biofach
Triunfo do Brasil Com a maior plantação de mate orgânico do Brasil, exporta 100% de seu mate para os cinco continentes do mundo. Erva mate a granel, embalados e soluções de private label e linha de chás.

 

 

Espera fechar negócios entre U$ 100.000 a U$ 150.000. Normalmente os clientes não fecham pedidos na feira.

 

Native É a maior produtora mundial de açúcar e álcool orgânicos. Exporta para 64 países de todos os continentes. Lançamento do Café orgânico em cápsulas compatíveis com máquinas Nespresso. A expectativa é manter relacionamento e dar suporte aos clientes atuais, e tentar capturar novos clientes.

 

Jalles Machado Segundo maior produtor de açúcar orgânico do mundo. Em 2016, exportou para mais de 20 países. A marca Itajá apresenta produtos embalados em saches, pacotes de 500g e 1kg e produto a granel.

 

Fechar contratos com clientes tradicionais e analisar as inovações tecnológicas e em embalagens.
MN Própolis Uma das pioneiras e maiores empresas de produtos apícolas do Brasil, exporta para mais de 20 países. Própolis, mel, chá de erva cidreira com própolis e chá mate com própolis

 

Já tem 10 reuniões agendadas na Feira com potenciais clientes, com expectativa de fechar negócios.
Resibras a empresa é uma das maiores produtoras de castanha de caju do mundo. A marca Marambaia exporta para mais de 30 países. Castanha de caju crua e torrada A expectativa é aumentar no máximo 5% em relação às vendas do ano anterior, pois a safra deste ano foi bem menor, assim como o volume de vendas.
IBD Certificações Empresa 100% brasileira, opera no território brasileiro e mais de 20 países, responsável por mais de 1.270 operações. Consultoria e trabalho de certificação em todos os continentes e para todos os produtos orgânicos. Certificação, vistoria, consultoria para empresas, distribuidoras e produtores orgânicos.
Ecosus Trading com acesso a vários produtores de orgânicos na América Latina e está credenciada pela IFOAM.  Como a consultoria é presencial, o comprador europeu terá acesso a tudo que acontece no produtor que ele mostrou interesse em comprar os produtos.

 

 

 

Pela primeira vez na Biofach, o recém-associado ao Projeto Organics Brasil, tem a expectativa de que os 10 maiores compradores europeus tenham interesse em trabalhar com a trading que já atua em toda América Latina e Central.
Atlântica Foods Importação e exportação, de matérias-primas alimentícias e variedade de produtos, como: polpas, concentrados e nuts.

 

Na Biofach, a empresa vai apresentar seu portfólio de matérias-primas alimentícias com polpas, concentrados e subprodutos de frutas orgânicas do açaí, manga e lima ácida É grande a expectativa dessa primeira participação na Biofach. A empresa quer  ampliar os contatos com distribuidoras da Europa, América do norte e Ásia.
Bela Iaça Produtor de Açaí que exporta para Comunidade Europeia, Israel, Austrália, Nova Zelândia e Japão.

 

Açaí e outras frutas amazônicas em polpa: Cupuacu, Acerola, Camu Camu, Muruci e Tapereba

 

Reforçar os contatos com os clientes já tradicionais e ampliar relacionamento para mercados do Oriente Médio, Oceania e Ásia que visitam o estande do Projeto Organics Brasil

 

Números do Projeto Organics Brasil

ANO EMPRESAS SETORES EXPORTAÇÕES EM MILHÕES DE DÓLARES
2005 12 Alimento 9,5
2006 33 Alimento 15
2007 42 Alimento/Cosmético 21
2008 64 Alimento/Cosmético/Têxtil 58
2009 74 Alimento/Cosmético/Têxtil 44,3
2010 72 Alimento/Cosmético/Têxtil 107
2011 72 Alimento/Cosmético/Têxtil 82,4
2012 74 Alimento/Cosmético/Têxtil 129,5
2013 54 Alimento/Cosmético/Têxtil 130
2014 60 Alimento/Cosmético/Têxtil 136
2015 77 Alimento/Cosmético/Têxtil 160
2016 44 Alimento/Cosmético/Têxtil 145