Manifesto Ethos defende democracia e construção de uma sociedade mais igualitária

(Foto: Divulgação Ethos)

O Ethos lançou seu Manifesto Ethos 20 Anos, que convoca lideranças empresariais em defesa da democracia e da construção de uma sociedade justa e igualitária.

 

MANIFESTO ETHOS 20 ANOS

O ano de 2018 poderá passar para a história do Brasil como aquele em que as lideranças da sociedade civil e do setor empresarial não conseguiram construir um consenso capaz de enfrentar as escandalosas desigualdades e defender uma democracia verdadeira em seus valores e princípios.

Nas últimas campanhas eleitorais, o desenvolvimento sustentável esteve praticamente ausente dos debates, do discurso dos candidatos e candidatas e dos programas de governo. Falou-se apenas no crescimento econômico em si, como se fosse a solução para todos os problemas nacionais.

Tivemos crescimento econômico por um período, mas constatamos que as imensas desigualdades permanecem. Por exemplo, as mulheres ganham menos e ocupam a maioria dos empregos vulneráveis. Os jovens enfrentam restrições para o acesso a um posto de trabalho precário e convivem com taxas de desemprego três vezes superiores às dos adultos.

Agora, o crescimento econômico está anêmico, com baixo investimento privado, escassez de demanda e desigualdade crescente de renda e riqueza. Os modelos atuais de democracia vêm sendo questionados em vários países e tal movimento se apresenta de forma assustadora em nosso país.

Este ano o Brasil observa 30 anos de Constituição Federal, momento importante de amadurecimento da nossa democracia. Entretanto, é preciso frear as ameaças à estabilidade democrática e preservar os objetivos estabelecidos em nossa Constituição, de construir uma sociedade livre, justa e solidária. Sabemos quais são os desafios que nos mobilizam, nos unem e nos convocam nesse momento.

Acreditamos que é possível reverter esse quadro. Para isso, é preciso superar a crise nas quais nossas instituições estão mergulhadas.

É preciso superar o colapso do nosso sistema político, incapaz de produzir soluções de consenso e trazendo permanente e crescente grau de desconfiança da sociedade.

É preciso investir na capacidade e garantias do Estado para responder aos direitos fundamentais e manter as conquistas sociais e institucionais dos últimos 30 anos.

É preciso construir novos legislativos, estaduais e federal, diversos na sua representatividade e defensores dos interesses maiores da sociedade brasileira.

Nestes 20 anos de atuação, o Ethos procurou estar presente, com apoio de empresas parceiras, lado a lado com a sociedade civil nas pautas e lutas que travamos para a construção de um Brasil mais justo e sustentável.

É chegada a hora da sociedade civil sustentar de maneira inequívoca a estabilidade democrática. E fazê-lo com esperança, pluralidade de opiniões e ampla diversidade, representadas na força inovadora que hoje emerge da sociedade civil.

É chegada a hora do protagonismo empresarial revelar sua vital importância para a sociedade fazendo valer a nossa história democrática e participativa destas três últimas décadas.

E para isso convocamos as lideranças empresariais para um urgente posicionamento, indo além de seu papel tradicional nas pautas corporativas, pela defesa e aperfeiçoamento da democracia e da redução das desigualdades em nosso país.

Brasil, 25 de setembro, Primavera de 2018