Primeira Conferência Ethos no Nordeste terá agenda ambiental

(Foto: Pixabay)

A agenda do clima será um dos destaques da Conferência Ethos 360º, que acontecerá no dia 15 de outubro em Recife. Não só no escopo empresarial, mas também quanto a criação de políticas públicas.

A valorização da biodiversidade da caatinga será o mote de um dos painéis, Negócios e o uso sustentável da biodiversidade da caatinga, em que serão apresentadas soluções para diferentes indústrias, gerar renda e manter o vínculo das famílias com a terra, entre outras questões.

Agricultura no semiárido – inovações que apoiam a produtividade da agricultura familiar é outro debate que irá promover o diálogo sobre a realidade local, políticas públicas, iniciativas e o papel da pesquisa agrícola para o favorecimento de melhores resultados e soluções para os estabelecimentos rurais de base familiar do Nordeste, que correspondem a mais da metade das propriedades familiares do país. A melhoria das condições de vida dos agricultores e de que forma o setor privado e iniciativas públicas e internacionais promovem o enfrentamento à desertificação ou auxiliam os pequenos agricultores a se posicionarem melhor no mercado também estarão em análise nessa discussão.

A característica local foi decisiva para a definição do painel Saúde dos Oceanos e a economia nordestina: turismo, pesca e conservação, cujo objetivo é dialogar sobre ameaças à saúde, produtividade e biodiversidade da costa nordestina com impactos para a vulnerabilidade e o bem-estar das comunidades costeiras e cidades. Serão debatidos os impactos da crise climática nos oceanos e o engajamento multisetorial em mitigação e adaptação, com olhar especial para a vulnerabilidade desse meio e para as influências nos arranjos econômicos da região, como a despoluição, a conservação e a restauração.

Por fim, Geração energética renovável: impactos e oportunidades para o desenvolvimento local sustentável abordará a crescente participação das energias eólicas e solar no dinamismo da economia do Nordeste, seus impactos na paisagem, no turismo, na rotina das cidades, nas relações sociais, no uso da terra, nos empregos, empreendimentos e investimentos em economias antes baseadas na pecuária e na agricultura familiar. Estarão em pauta a minimização de impactos e a compensação social e ambiental, destacando as oportunidades do desenvolvimento sustentável regional, bem como as trajetórias que são implementadas para condução de sinergias positivas entre as comunidades, as empresas e a administração pública.

Para participar da Conferência Ethos 360º em Recife inscreva-se: https://www.conferenciaethos.org/recife

Serviço:

Quando: 15 de outubro de 2019

Onde: Museu Cais do Sertão – Av. Alfredo Lisboa, s/n – Recife Antigo