Super Saúde lança snack para veganos e mostra como ser uma empresa do Bem

(Foto: Divulgação)

Pela primeira vez na APAS, a empresa paranaense Super Saúde Nutricional apresentou a sua linha de snacks nuts vegana com os sabores Coco + Sementes e Banana + Sementes, que deve chegar aos mercados ainda neste ano.

Autenticada com o selo da Sociedade Vegana Brasileira, as barrinhas de cereais foram reformuladas e tem como novidade, a substituição do mel pelo melado orgânico.

Segundo um dos fundadores, Waldemiro Pereira, o produto foi adaptado após o feedback do público no ano passado e visa atender os consumidores que se preocupam com o que consomem.

Comprometida em levar ao consumidor um produto verdadeiramente saudável, nutritivo e saboroso, a marca se destaca por não ter em sua composição glúten, lactose, sódio, soja e amendoim. Além de corantes, conservantes, aromatizantes, açúcar refinado e xarope de glicose.

Além dos snacks veganos, a marca conta com duas linhas de barrinhas – a Cereals e a Paleonuts – disponíveis nos sabores: banana; macadâmia e cacau; alfarroba, macadâmia; coco e sementes; banana e sementes; macadâmia e coco; castanha de caju e castanhas do Brasil; castanhas e alfarroba; macadâmia, amêndoa e cacau; e tigernuts e castanhas. E uma linha de cremes nos sabores: castanha de caju e castanha do Brasil; castanhas e alfarroba; macadâmia e coco; e macadâmia, amêndoa e cacau.

Uma das bandeiras levantadas pela empresa é o conceito da Dieta Paleolítica, em que são utilizados apenas ingredientes disponíveis na época das cavernas, como as castanhas.

Empreendedorismo

A ideia, do que seria a Super Saúde Nutricional hoje, surgiu há seis anos, quando Waldemiro notou a falta de snacks que se comprometiam verdadeiramente com a saúde do consumidor no mercado.

“Eu percebi uma lacuna de snacks verdadeiramente saudáveis no nosso mercado e ai começou um projeto de vida, não só profissional, mas também pessoal. Em um primeiro momento eu tentei terceirizar, mas quando eu percebi que o produto não iria chegar aonde eu queria, eu entendi que era hora de eu seguir a risca o que eu projetei”, contou.

Para concretizar o projeto, Waldemiro se uniu ao amigo de infância Eduardo Melara e fundaram há dois anos e meio a empresa Super Saúde Nutricional, que tem como objetivo levar ao público – de forma transparente – um alimento saudável e nutritivo, promover a cidadania e incentivar o consumo consciente.

Devolvendo a comunidade

Além da saudabilidade de seus produtos, a Super Saúde Nutricional também investe em um sistema de produção humanizado, que reduz o desperdício tanto de materiais, quanto de alimentos.

E sabe o que é mais legal? O consumidor tem um papel social ativo junto a empresa. A cada barra de cereais de banana vendida, 2% do faturamento são destinados a organizações não governamentais, que o próprio público pode indicar.

“Nós nos preocupamos não só com o planeta, mas também com as pessoas. Nós temos a campanha #SuperAjuda, em que ajudamos as organizações que mais precisam. Essas organizações podem ser indicadas pelo consumidor e a cada ano, nós fazemos uma avaliação, conforme as sugestões, de quais entidades serão ajudadas”, explicou Waldemiro.

De acordo com o fundador, as inscrições não são restritas ao público e as organizações, que desejarem, podem se inscrever diretamente, seguindo o edital publicado no site da empresa.

Apesar dos produtos da Super Saúde ainda estarem muito concentrados na Região Sul, Waldemiro afirma que 80% dos estados possuem pontos de venda – principalmente os voltados para alimentos naturais – mas que em breve, a distribuição deverá ser expandida.

Para saber mais sobre a Super Saúde Nutricional, acesse o site http://www.supersaudenutri.com/ ou curta a fanpage https://www.facebook.com/supersaudenutricional/